30 julho 2017

As grandes organizações animais A colmeia

O planeta do bem começa uma nova serie de postagens especias falando das grandes organizações animais na natureza, o exemplo da perfeição num sistema onde cada individuo respeita seu lugar e o trabalho que lhe cabe. A natureza não é mesmo incrível?
e nosso primeiro tema será a impressionante e fascinante vida numa colmeia.

A colmeia


Uma colmeia já formada e estabelecida de porte médio tem aproximadamente 60 mil abelhas que são divididas em 3 grupos: rainha, zangão e operarias.

Qual a responsabilidade de cada individuo

A rainha é a maior abelha da colmeia mantém a liderança e é respeitada por todos os indivíduos. É a única fêmea fértil e coloca aproximadamente 2500 ovos por dia. A rainha libera uma substancia chamada feromônio que impõe sua presença na colmeia e inibe a criação de novas rainhas. Uma abelha rainha pode viver até 25 anos.


O zangão é o macho da colmeia. Eles são maiores e mais fortes que as operarias mas sua única função é acasalar com a rainha e fecunda-la durante o voo nupcial. Os zangões podem viver até 80 dias à procura de uma rainha virgem para acasalar porém depois da copula seu órgão genital acaba ficando preso na rainha o que o leva a morte. 

As operarias, as trabalhadoras da colmeia, são responsáveis pela limpeza, alimentação, defesa e construção da colmeia. Depois de escolhido o local onde vai se estabelecer a colmeia as operárias começam a construir os favos com a cera produzidas pelas suas glândulas ceríferas, Quando a rainha começa a colocar os ovos uma parte das operarias então voam em busca do néctar para a produção do saboroso mel, as outras ficam cuidando dos ovos e das abelhas recém nascidas, mantendo a limpeza e fazendo reparos na colmeia. Uma outra parte das abelhas operarias ficam em guarda na defesa da colmeia e podem atacar qualquer coisa que a ameace. Uma abelha operaria vive aproximadamente 40 dias e tem seu ciclo de vida todo dedicado ao trabalho, suas tarefas são divididas de acordo com a idade.

A produção

Falando um pouco sobre a produção de mel, geleia real e outros na colmeia. Parte das abelhas operárias ficam responsável por buscar o néctar nas flores e leva-lo para a colmeia, outra parte delas ficam na colmeia e fazem a desidratação do néctar, eliminação do excesso de água, transformando o em mel. O mel e usado na alimentação de toda colônia. 
A geleia real é uma secreção produzida por jovens abelhas operárias de até 15 dias através de suas glândulas hipofaríngeas, servem de alimento para as larvas de ate 3 dias, para os zangões ate doze dias e para a rainha por toda a vida.
A própolis é produzida através de uma resina obtidas nas flores e alterada por enzimas da saliva das abelhas. É usada na colmeia para protege-la e desinfeta-la.
A cera é produzida através das glândulas ceríferas das abelhas operárias e usada na construção dos favos. Os favos onde a rainha poe os ovos, onde é guardado o mel e a geleia real, cada um com seu lugar definido dentro da colmeia.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo